Tempo de leitura: < 1 minuto

Apesar de seu apelo, o sistema de pontos começa a ser trocado por algumas grandes companhias pelo mundo por outras formas de recompensa e reconhecimento. É o caso da gigante anglo-holandesa Shell, que, em 2019, acabou com os pontos no Reino Unido, instituindo, com sucesso, um sistema que gera benefícios instantâneos (descontos) e mais engajamento, através das “visitas” dos consumidores, o Shell Go+.

Este ano, a Marks and Spencer, maior rede de lojas de departamentos do Reino Unido, também abandonou os pontos. Seu novo programa de fidelidade, Sparks, segue a mesma linha milestone da Shell (benefícios a cada marco atingido pelo usuário), com pequenos ‘agradecimentos’ ao longo do uso e recompensas maiores após certo estágio, e também ações sociais, levando a um crescimento de 15,7% na satisfação dos clientes. A verificar se essa tendência irá se manter.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)