Tempo de leitura: < 1 minuto

Este artigo da revista Fortune cita pesquisas recentes sobre como mudou a fidelidade dos clientes às marcas em meio à pandemia: segundo a Ketchum, em julho, 45% dos consumidores norte-americanos trocaram sua marcas de preferência; esse número vai a 75%, em agosto, de acordo com a Mckinsey. Em muitos casos, a opção foi por marcas próprias dos lojistas.

Se no primeiro momento, essa mudança foi feita por conveniência e economia, especialistas dizem que ela pode se manter, de fato, pelo boca-a-boca de clientes satisfeitos com o produto. Ainda segundo a Ketchum, 62% dos respondentes disseram que vão manter suas trocas antes da pandemia acabar. Uma oportunidade para novos players do mercado, e também um alerta sobre as estratégias de fidelização das grandes marcas.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)