Tempo de leitura: < 1 minuto

A digitalização da vida é um dos processos acelerados pela pandemia, mas criar uma experiência online realmente relevante e engajadora é um desafio. Um dos maiores eventos do mundo, a Comic-Con, convenção de quadrinhos e filmes, famosa pelos artistas participantes, cosplayers e painéis sobre cultura pop, foi realizada este mês de forma totalmente virtual.

Para as pessoas se sentirem no pavilhão, em San Diego, a convenção contou com mapa interativo, artshow no Tumblr e encontros virtuais com criadores – com gente postando suas fantasias caseiras nas redes sociais. O adiamento de filmes prejudicou alguns lançamentos, mas fãs disseram que o formato democratizou o evento, disponível para o mundo todo, e expositores tiveram suas vendas impulsionadas. Se não um sucesso tremendo, há muitas lições a se tirar dessa iniciativa.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)