Tempo de leitura: < 1 minuto

Nos Estados Unidos, os resultados das vendas que vão do Dia de Ação de Graças, passando pela Black Friday, até a Cyber Monday contaram 186 milhões de consumidores, nas lojas, ou online (aumento de 44% nessa modalidade em comparação com 2019). Um número menor que o do ano anterior, mas ainda melhor que os 166 milhões de compradores de 2018. Este texto destaca algumas mudanças de comportamento para 2021.

Entregas serão diferenciais na experiência do cliente, quem oferecer gratuidade e rapidez larga na frente, logística de armazéns e frotas deve ser priorizada; shoppings drive-thru podem se consolidar, com compras online e retirada por parte do cliente; a experiência mobile tem de ser otimizada, especialmente para novos públicos (terceira idade); consumidores estão mais propensos à “compra-terapia”, como forma de recompensa pelos meses de pandemia.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)