Tempo de leitura: 3 minutos

Quando uma empresa pensa na gestão de relacionamento por meio de um programa de relacionamento com ferramentas inovadoras, já imagina um alto investimento para manter tal estrutura. Em geral, pensa-se assim. Muitos ainda estão habituados a despender grandes recursos e ter pouco retorno. Este é um cenário comum em campanhas tradicionais.  

No entanto, é preciso desmistificar a ideia de que a gestão de relacionamento é cara. Com as ferramentas corretas, cada campanha de incentivo amparada por um programa atinge resultados expressivos. Com esses resultados, os ganhos que vão além do faturamento.

Atualmente, o mercado ainda prioriza as campanhas pontuais para objetivos específicos, como o aumento de vendas. Metas momentâneas geram resultados também momentâneos. E quando a empresa percebe, voltou a repetir a mesma ação com o mesmo objetivo.

Gestão de relacionamento: o que pretendemos com isso?

Primeiramente, pretendemos mudar a visão tradicional do mercado para oferecer uma gestão de relacionamento que aplique tecnologia aos conceitos de marketing de incentivo. Em momentos de retração econômica – ou até mesmo com receitas favoráveis – não é um bom negócio pensar em criar uma estrutura interna, com desenvolvimento de software, investimento em serviços, etc. As empresas buscam, cada vez mais, facilidade na implantação de serviços.

O Fielo, solução tecnológica da Valuenet Incentive Solutions, é uma das respostas para a gestão de relacionamento com menos custos e ganhos efetivos. Todo na nuvem, desenhado e estruturado em uma plataforma robusta, o sistema reúne em um mesmo espaço todos os itens necessários para as ações de incentivo.

Unindo sistema e equipe de especialistas para interpretar dados e, a partir deles, criar as estratégias, é possível:

  • Conhecer o público-alvo da empresa 

    E por que isso é tão relevante na gestão de relacionamento? A partir do mapeamento dos participantes e do estudo de seus perfis, momento profissional, histórico com a empresa, questões pessoais e familiares, entre outros fatores, pode-se estabelecer incentivos e premiações adequadas. Além disso, a própria comunicação com os participantes se torna mais efetiva, pois as suas campanhas vão falar a língua dele. A partir de pesquisas com amostragem desse público, definem-se a roupagem do programa, a linguagem e o conteúdo.

  • Construir um fluxo constante de comunicação 

    Mas, o que isso tem a ver com um programa de gestão de relacionamento? A frequência é um dos fatores que levam ao engajamento, assim como a relevância do conteúdo compartilhado. Ao contar com uma ferramenta, você consegue reunir dados que facilitam o envio de mensagens personalizadas, de acordo com o momento do participante. 

    Também é possível ter acesso ao histórico das campanhas, seus resultados e perfis dos públicos para desenvolver novas ações. Uma ação se conecta à outra e o programa é realimentado com informações que podem ser analisadas em tempo real. Se a empresa já alcançou a meta de vendas e agora quer capacitar seu time comercial, terá no sistema todo o padrão de layout, de linguagem e – o mais importante – saberá o que funcionou ou não com esse grupo. Sem dúvida, a inteligência de dados reduz custos, pois não é baseada em apostas, mas sim no feedback do público-alvo.

  • Medir resultados 

    Mensurar vai além de saber quantos participantes entraram no programa, quantos saíram ou estão inativos. O que o programa de gestão de relacionamento propõe é responder também outras perguntas. O quanto se alcançou (dentro dos objetivos traçados), quanto  de valor foi agregado à empresa e o que os membros esperam desse relacionamento. Mais do que números, precisamos medir a aceitação do público-alvo e sua percepção sobre a marca. 

    Não esperar uma campanha chegar ao fim para medir seu resultado (que pode ser um fracasso e, por consequência, um desperdício de tempo e dinheiro). Aí está um ponto fundamental que reflete diretamente na economia de recursos. Deu errado? Analise os dados, mude a direção e inclua outros grupos na ação.Os benefícios da união dos conceitos de marketing de incentivo com a tecnologia permite tudo isso.

Você pode ler mais sobre o assunto no nosso post sobre Loyalty.

Tem alguma dúvida sobre gestão de relacionamento? Compartilhe conosco nos comentários.