Tempo de leitura: 2 minutos

Em 2020, nos Estados Unidos, houve uma queda de mais de 50% nas vendas cara-a-cara. De acordo com o texto, desde 2013, a Harvard Business Review já previa que as vendas B2B mudariam de representantes nas ruas para internos. A pandemia acelerou isso exponencialmente. Isso implica uma total reengenharia dos departamentos de vendas, com uso de tecnologia massiva mas, claro, sem perder a humanidade.

O texto indica três passos para valorizar o time de vendas e alavancar o atendimento do cliente:

 

  1. Verifique seus resultados, fracassos e acertos apontarão novos caminhos;
  2. Converse com seu pessoal, entenda o que os levou aos resultados, pois há comportamentos que podem ser replicados;
  3. Aponte os heróis, os reconheça publicamente. Todos no time podem aprender e novos paradigmas serão gerados. 

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)

 

Continue lendo sobre atendimento:

 

[Mundo do Marketing] Cinco previsões sobre o atendimento ao cliente

Uma das áreas mais sensíveis de uma empresa, o setor de atendimento ao cliente também teve de se adaptar rapidamente ao cenário da pandemia. Este artigo traz cinco previsões sobre a área a partir deste ano e afirma que as pessoas vão parar de dizer ‘novo normal’, já que uma outra realidade se instalou no contexto do relacionamento com o cliente. […] Leia mais

 

[Cision] Menos tolerância com serviços lentos de atendimento ao cliente

Luz amarela: 70% das pessoas já abandonaram uma marca após uma experiência ruim com serviços de atendimento ao cliente. É o que diz um levantamento nos Estados Unidos da ArenaCX. Mas são os Millennials e a Geração Z, nativos digitais, quem têm mais aversão a essas interações: 50% preferem ter de ir ao dentista para uma limpeza dos dentes que ter de lidar com o serviço ao cliente. A pesquisa se refere ao período da pandemia, quando a procura por esse setor cresceu, aumentando o tempo de atendimento. Fatores que se destacaram: […] Leia mais