Tempo de leitura: < 1 minuto

A pandemia virou de cabeça para baixo questões econômicas e sociais, mas ainda não se sabe quais tendências vão se consolidar. Porém, da medicina ao ensino, passando pelo varejo, a digitalização é uma realidade e um setor que vem se destacando pela agilidade e pujança é o das startups – só neste ano, até setembro, elas receberam um aporte de US$ 2,2 bilhões.

Fintechs, foodtechs, proptechs, healthtechs, ou seja, serviços bancários, de produção alimentar, imobiliário e de saúde são alguns dos setores em que as startups trazem soluções que cortam custos, eliminam burocracia e tornam a experiência do consumidor fluida. Segundo o artigo, essa busca por soluções digitais e inovação passa também pela responsabilidade social e ambiental, alinhadas, assim, às demandas das novas gerações e de um novo tipo de consumidor, mais consciente.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO