Tempo de leitura: < 1 minuto

O Brasil possui hoje mais de 150 milhões de cadastros em programas de fidelidade, nos mais diversos segmentos econômicos, segundo dados da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF). Atentos às mudanças de comportamento no consumo causadas pela pandemia, esses programas passaram a acelerar alternativas de resgate mais imediatas e que não dependem de grande acúmulo de pontos.

As mais comuns hoje – Cashback: cada vez mais cresce a procura pelo dinheiro de volta na conta do participante, carteira digital ou como desconto na fatura de cartões. Desconto: comum em supermercados, os abatimentos exclusivos para membros do programa hoje permitem até a troca por shows e serviços. Pequenos saldos: utilização desses pontos para aquisição de itens de alimentação, livros ou assinaturas por exemplo.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO