Tempo de leitura: < 1 minuto

Rankings e leaderboards são formas de reconhecimento de estratégias de gamificação, pois a competição é um dos mais eficazes fatores de engajamento. Este texto cita um artigo, hoje famoso, de Richard Bartle, pai dos jogos multiplayers online, no qual ele divide os jogadores em quatro tipos – e que, de certa forma, servem para membros de programas de fidelidade.

Eles podem ser conquistadores, matadores, exploradores e socializadores. Segundo a Brierley, as tabelas de classificação funcionam com todos esses tipos, mas principalmente com os dois primeiros, que aspiram a estar no topo ou não sair de lá. O texto aborda ainda o poder das badges no engajamento dos participantes, dando-lhes um senso de conquista e pertencimento.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)