Tempo de leitura: 3 minutos

Na edição #104 da nossa newsletter de curadoria de conteúdo, o Radar, falamos sobre fidelização B2B em mercados competitivos; webinar sobre Loyalty; gamificação além de programas de fidelidade; e fator ‘uau’ na fidelização de clientes.

 

[OPINION BOX]
O fator ‘uau’ na fidelização de clientes (sim, é a experiência)

Com base em um termo cunhado pelo Disney Institute – o wow factor -, este artigo mostra como a experiência é um elemento imprescindível para fidelização de públicos, seja B2B, B2C ou B2E. Mais que clientes satisfeitos, a Era da Experiência pede por gente deslumbrada. Como? Com vínculo emocional e não apenas transacional.

É preciso atenção a detalhes (com tratamento humanizado), colaboradores (o rosto da marca) empoderados e entendimento dos anseios e necessidades dos consumidores. A importância dessa cultura se reflete nos resultados gerados:

  1. Recorrência de compras;
  2. Tickets médios maiores;
  3. Custos menores;
  4. Feedbacks sinceros;
  5. Criação de embaixadores da marca.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO

 

[SALESFORCE]
Como a gamificação mantém equipes engajadas e motivadas

A gigante dos programas de CRM aborda aqui as qualidades da gamificação para além de programas de fidelidade, plataformas de ensino e redes sociais. O foco é a motivação de colaboradores. Segundo o texto, a gamificação pode aumentar a produtividade em mais de 50% e o engajamento de funcionários, por volta de 60%. 

A fórmula é simples, Gamificação = Diversão = Engajamento = Produtividade. Três razões surgem para seu sucesso:

  1. Feedback imediato – reconhecimento por trabalho bem feito ou correções de rumo rápidos geram aprendizado e engajam;
  2. Transparência – noção de que todos são avaliados pelas mesmas regras, pois favoritismos desmotivam;
  3. Experiências lúdicas – diversão incentiva também a busca por aprendizado de novas habilidades e reciclagem constante da equipe.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)

 

[ABEMF]
Webinar discute o loyalty nos ecossistemas de negócios e as perspectivas para 2022 

Em sua sexta edição, o webinar da ABEMF (Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização) acontece na próxima semana em dois dias de painéis temáticos. Na quarta-feira, dia 3, O uso do loyalty na formação de ecossistemas de negócios, com participação de Johnny Wei, co-founder e head de Novos Negócios da Vertem; Juliana Carsoni, CEO do Compre Agora (Unilever); e Rodolfo Chung, CEO/vice-president direct do Zé Co.Brazil e Consumer Ambev.

Na quinta-feira, dia 4, o tema é Análise de 2021 e perspectivas para 2022, com a participação da diretoria da entidade. O evento é uma oportunidade para entender como o customer loyalty é importante para formação de ecossistemas de negócios e como a fidelização se torna uma ferramenta crucial para o mundo pós-pandemia. As inscrições são gratuitas.

INSCREVA-SE AQUI

 

[THE WISE MARKETER]
A fidelização B2B em mercados competitivos

Neste episódio do podcast Let’s Talk Loyalty, Paula Thomas fala de cases de sucesso na fidelização de públicos B2B. Em especial, mercados competitivos, em que há pouca diferenciação nos produtos e serviços das companhias – além de poder de fogo para igualar benefícios e comissões de seus rivais nos programas de incentivo. O entrevistado é o especialista David Cox, PhD em loyalty marketing, e que trabalha com gigantes como a IBM.

Segundo Paula, Cox motiva públicos essenciais tornando-os embaixadores da marca, com conexão emocional e formação. A IBM, por exemplo, mantém revendedores atualizados com seus produtos e serviços via gamificação, adaptada para 131 países. Para ele, hoje, a conectividade deve atender a nosso senso de comunidade, principalmente com a pandemia, e os programas precisam de um elemento de ação socioambiental. 

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)