Tempo de leitura: < 1 minuto

Em um ano tão difícil nunca é demais destacar o crescimento vertiginoso do e-commerce no país. Este artigo mostra que 16 grandes varejistas brasileiros movimentaram de janeiro a setembro, R$ 97,93 bilhões em suas plataformas (sites e aplicativos), número 78% superior a 2019. E não se trata de compensação: somando-se as vendas nas lojas físicas, o montante sobe para R$ 127,8 bilhões, 39,7% mais que no mesmo período do ano anterior.

Esses valores incluem vendas das próprias redes e também de lojistas que recorreram a seus marketplaces como forma de sobrevivência. O marketplace tem se mostrado eficiente, pois a marca agrega produtos de terceiros a seu catálogo. A questão, segundo o texto, é fazer com que o ecossistema funcione: uso da plataforma pelos lojistas (incluindo armazenagem de produtos e entrega), que, então, pagam pela estrutura da rede.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO