Tempo de leitura: < 1 minuto

A cadeia de lanchonetes Starbucks começa a reabertura de suas lojas na primeira semana de maio, nos Estados Unidos. O plano é ter até 90% das lojas que a companhia possui operando em junho. Pelo menos metade das unidades da rede permaneceu fechada durante o pico da pandemia e os planos agora incluem horários mais curtos de funcionamento e mudanças no atendimento.

A companhia analisa maneiras de manter o distanciamento social, formas de entrada nas lojas sem o uso das mãos, além de turbinar drive-thrus e atendimentos nas calçadas e estacionamentos. Ou seja, todo o relacionamento com o cliente será repensado, a começar pelos serviços prestados. A Starbucks é um case a se observar na adaptação à nova realidade.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)