Tempo de leitura: < 1 minuto

“Ir às compras” já não implica mais ir a lugar algum. O declínio dos shopping centers nos Estados Unidos e a ascensão do e-commerce são algumas das principais mudanças no ato de fazer compras. Ótimo artigo da Business Insider aborda as novidades da última década, como a realidade aumentada e virtual e os insights da Amazon, por exemplo, que investiu em acesso, facilidade e conveniência.

O impacto para marcas e companhias é enorme e fica claro que a experiência, novamente, é que vai determinar o futuro dessas relações. As novas gerações têm se interessado pelo conceito de “phygital” (compras híbridas, que podem ser iniciadas online e finalizadas em lojas físicas), e redes de supermercado e outros varejistas já vêm atuando fortemente em compras online (ou na loja) com serviço de entregas.

ACESSE O CONTEÚDO COMPLETO (EM INGLÊS)