Podcast Engajadores Fórum
Tempo de leitura: 2 minutos

A segunda edição de nosso podcast Engajadores faz parte de uma cobertura especial, em dois episódios, com entrevistas exclusivas produzidas durante o 4º Fórum Brasileiro de Fidelização, ocorrido em setembro, em São Paulo, e promovido pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF). Segmento que vem crescendo a dois dígitos por ano, o mercado de fidelização teve faturamento de R$ 3,7 bilhões no primeiro semestre de 2019, um crescimento de 12,7% em comparação a igual período de 2018.

OUÇA ABAIXO O PODCAST NA ÍNTEGRA

Ficha técnica:

Apresentação e comentários:
Daniel Freire – Podologia Podcasts
Tatyane Macedo – Tudo Sobre Incentivos

Entrevistados:
Paulo Curro – Diretor Executivo – ABEMF 
Sean Claessen – VP de Estratégia – Bond Brand Loylaty 

Produção:
Douglas Portari – Tudo Sobre Incentivos

Edição e finalização:
Marcelo Látaro – Podologia Podcasts

Confira abaixo alguns dos melhores momentos
desta edição do Podcast Engajadores

C-levels de empresas nacionais e estrangeiras palestraram para 400 representantes de grandes companhias, com apresentações e painéis sobre o panorama da fidelização no país e no mundo, legislação, novos mercados e as tendências para o futuro. Nesta primeira parte do programa, os entrevistados são Sean Claessen, vice-presidente executivo de Estratégia e Inovação da agência canadense Bond Brand Loyalty; e Paulo Curro, diretor-executivo da ABEMF.

Formação para o mercado

Paulo Curro, diretor-executivo da ABEMF, começa destacando o saldo positivo do evento, que abordou de novas tecnologias e práticas a legislação, e ainda a importância do papel da entidade na área. “Em um mercado com mais de 130 milhões de clientes cadastrados, a ABEMF trabalha com base em quatro pilares: disseminação de conhecimento, atenção à regulamentação do setor, formação de pessoas, e diversificação de mercados”.

Quanto à formação na área, Curro falou sobre o anúncio feito durante o evento sobre o Workshop de Fidelização, que a entidade traz para o país, em novembro, em parceria com a Loyalty Academy. “Será um curso de dois dias, uma full immersion, onde abordaremos como construir um programa de fidelidade, modelagem financeira etc, numa grade pensada para o Brasil e que irá gerar créditos para que os participantes possam conseguir sua certificação posteriormente via web.”

O panorama global

“Programas de fidelidade trazem benefícios para ambos: marcas e consumidores. Onde preços, produtos e serviços são quase os mesmos, é o relacionamento que fará a diferença. E, como brinco sempre, personalização é como vitamina D: eu não sei quanto preciso, mas quero sempre mais”, afirmou Sean Claessen, na última entrevista desta nossa edição.

Ao abordar as novas tendências, o executivo falou das comodidades e do relacionamento. “Tempo é uma nova moeda em fidelidade. Acredito que o futuro do loyalty será em torno dessas new currencies embutidas na experiência do consumidor: economia de tempo, formas de reconhecimento, os Es [engagement, ease, enjoyment] e, claro, personalização”.

Para o executivo, as empresas detém uma gama de informações sobre os usuários que é mal aproveitada na hora de gerar melhores experiências, como as companhias aéreas. “Se eu sempre troco meu assento para estar ao lado de outro vazio, essa informação está no sistema da companhia, eles só não a usam. Os programas de fidelidade das aéreas hoje não são pra mim, provavelmente foram feitos para outra geração. Eu não quero chegar antes no aeroporto e ficar sentado num lounge, quero chegar por último, entrar no avião e partir.”

Compartilhe!

Tudo Sobre Incentivos